imagem com o número 100 junto ao símbolo do sistema PJe

03/09/2021 17:32

TRT-RS vence Prêmio Cooperari com o projeto "Choque de Gestão no Recurso de Revista"

Início do corpo da notícia.
cerimonia-cooperari.jpg
Cerimônia de premiação

O Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS) é vencedor da primeira edição do "Prêmio Cooperari - Estratégias para evoluir", na categoria Segundo Grau. O resultado foi anunciado nesta sexta-feira (3), em cerimônia transmitida pelo Youtube.

Promovido pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), o Cooperari reconhece iniciativas realizadas regionalmente nos TRTs e nas unidades de primeiro grau. Destaca práticas que podem ser adotadas nacionalmente para aprimorar a Justiça do Trabalho.  

Os vencedores foram definidos por meio de votação popular. O projeto "Choque de Gestão no Recurso de Revista" recebeu 2.775 votos. O Tribunal agradece a todos e todas que participaram da votação!

carmen gonzalez- cerimonia cooperari.png
Presidente Carmen Gonzalez

Ao se pronunciar na cerimônia após o anúncio do resultado, a presidente do TRT-RS, desembargadora Carmen Izabel Centena Gonzalez, manifestou o orgulho da 4ª Região em receber a premiação. A magistrada elogiou a criação do Cooperari, pois o prêmio estimula o compartilhamento de boas práticas e inovações entre os órgãos da Justiça do Trabalho. A desembargadora saudou os resultados obtidos com o projeto inscrito. “Quem ganha não somos nós, mas os jurisdicionados, as pessoas para quem temos obrigação de prestar um bom serviço”, disse. O vice-presidente do TRT-RS, desembargador Francisco Rossal de Araújo, também esteve presente na cerimônia virtual.

O projeto vencedor

rossal - cerimonia-cooperari.jpg
Vice-Presidente Francisco Rossal

O TRT-RS criou o projeto "Choque de Gestão no Recurso de Revista" no início de 2020, para enfrentar o número elevado de processos que aguardavam a análise de admissibilidade do recurso de revista na 4ª Região. Implementada pela Vice-Presidência e pela Secretaria de Recurso de Revista, a iniciativa buscou incrementar a produtividade das análises sem aumentar o número de servidores ou os custos de trabalho. 

Entre outras medidas, o projeto envolveu simplificação de setores, racionalização de fluxos de trabalho, qualificação da equipe e forte integração com o setor de Tecnologia da Informação, com o uso de ferramentas específicas e inteligência artificial. 

Em cerca de um ano e meio, o TRT-RS já havia reduzido à metade o número de recursos de revista que aguardam análise de admissibilidade. O resíduo era de 38.732 recursos em 31 de dezembro de 2019. Ao final de junho, o estoque já estava em 19.103 processos. O prazo para análise dos recursos diminuiu de 318 para 196 dias.

O recurso de revista é aquele interposto contra uma decisão de segundo grau na Justiça do Trabalho. Ele é julgado pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília. Porém, antes de subir ao TST, o recurso passa por uma análise no próprio Tribunal Regional do Trabalho, na qual se verifica se ele atende os requisitos legais para a sua interposição.

Fim do corpo da notícia.
Fonte: Secom/TRT4
Tags que marcam a notícia:
serviço
Fim da listagem de tags.

Últimas Notícias

Mao branca segurando tres formas humanas ao lado esquerdo do texto: Trabalho Seguro Programa nacional de Prevencao de Acidentes de Trabalho Crianca desenhando arcos verde e amarelos em funco cinza ao lado esquerdo do texto: Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estimulo à Aprendizagem. Texto brando sobre fundo cinza: PJe Processo Judicial Eletronico 3 arcos laranjas convergindo para ponto tambem laranja em canto inferior direito de quadrado branco, seguidos pelo texto: execucao TRABALHISTA mao branca com polegar riste sobre circulo azul ao lado esquerdo do texto: Conciliacao Trabalhista