11/05/2018 13:02

Documentário “Juízes Classistas Gaúchos: Origem e Trajetória” é lançado pelo Memorial. Assista!

Início do corpo da notícia.

10-lançamento-documentario-classistas.jpgO documentário “Juízes Classistas Gaúchos: Origem e Trajetória” foi lançado oficialmente na noite dessa quinta-feira (10), com uma exibição especial no Auditório Ruy Cirne Lima, no Foro Trabalhista de Porto Alegre. O vídeo é uma produção do Memorial da Justiça do Trabalho no Rio Grande do Sul e integra a Série Registros, que conta a história das diferentes carreiras que construíram a Justiça do Trabalho gaúcha. A sessão de lançamento foi prestigiada por juízes classistas, magistrados, servidores e convidados. Veja as demais fotos do evento!

Os classistas representavam os empregados e os empregadores nas audiências e sessões de julgamento da Justiça do Trabalho. A representação foi extinta pela Emenda Constitucional nº 24/1999. Na época, contudo, ficou assegurado o cumprimento dos mandatos em curso, que perduraram até 2001.

Com 40 minutos de duração, o documentário produzido pelo Memorial reúne depoimentos de 11 juízes classistas que atuaram na 4ª Região, resgata fatos históricos e inclusive encena uma audiência trabalhista daquela época, com a participação dos vogais. O trailer da obra já havia sido exibido em novembro de 2016, em uma exposição homônima no saguão do Prédio-Sede do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS).

Na abertura da sessão de lançamento, o presidente da Comissão Coordenadora do Memorial, desembargador João Paulo Lucena, falou aos presentes sobre a série Registros, que visa humanizar a memória da Justiça do Trabalho. Por meio do projeto, o Memorial já lançou documentários sobre as carreiras da advocacia, da magistratura e agora, dos classistas. Também estão em produção os filmes alusivos aos membros do Ministério Público do Trabalho e dos servidores. “Temos a honra de trazer para todos esse pedacinho de memória viva contada por cada um dos entrevistados, retratando a história da Justiça do Trabalho do Rio Grande do Sul”, afirmou Lucena.

O presidente da Associação dos Juízes Classistas na Justiça do Trabalho da 4ª Região (Ajucla), Dirson Solano Dornelles, agradeceu, em nome da categoria, ao TRT-RS e ao Memorial pela produção do documentário. “É uma história que vai ficar registrada. A representação classista existiu e permanecerá nos arquivos de memória do Tribunal. Não temos nenhuma mágoa. A extinção foi uma questão política. Nós, enquanto Ajucla, enquanto houver um classista vivo continuaremos existindo. É um prazer e uma satisfação estar presente aqui, hoje”, declarou.

Representando a Administração do Tribunal, o vice-corregedor Marcelo Gonçalves de Oliveira levou uma mensagem de gratidão aos classitas. “Muito obrigado por tudo o que os senhores fizeram e representaram para a Justiça do Trabalho, pelo aprendizado para todos nós, juízes, por transmitirem a nós a ideia e o pensamento de empregadores e empregados”, disse o desembargador. “Toda a colaboração dos senhores ficou registrada na memória. Importante essa iniciativa do Memorial de trazer esse registro a todos nós”, concluiu o magistrado.

A desembargadora aposentada Belatrix Costa Prado, também integrante da Comissão do Memorial, destacou que os classistas sempre tiveram uma participação relevante na solução dos litígios trabalhistas e nas conciliações. “Só tenho a agradecer por tudo o que fizeram pela Justiça do Trabalho”, afirmou a magistrada.

ASSISTA AQUI AO DOCUMENTÁRIO “JUÍZES CLASSISTAS GAÚCHOS: ORIGEM E TRAJETÓRIA”

Fim do corpo da notícia.
Fonte: Gabriel Borges Fortes (Secom/TRT4)
Tags que marcam a notícia:
memorial
Fim da listagem de tags.

Últimas Notícias

Capacete branco sob texto tambem em branco: Trabalho Seguro Crianca desenhando arcos verde e amarelos em funco cinza ao lado esquerdo do texto: Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estimulo à Aprendizagem. Texto brando sobre fundo cinza: PJe Processo Judicial Eletronico 3 arcos laranjas convergindo para ponto tambem laranja em canto inferior direito de quadrado branco, seguidos pelo texto: execucao TRABALHISTA mao branca com polegar riste sobre circulo azul ao lado esquerdo do texto: Conciliacao Trabalhista