24/03/2020 16:15

Audiência de mediação encaminha proposta de acordo entre trabalhadores e Companhia Riograndense de Mineração

Início da galeria de imagens.
Imagem da reunião via videoconferência, mostrando uma tela de computador dividida em quatro pequenas telas, onde aparecem os participantes
Desembargador Francisco Rossal conduziu a reunião a distância
Desembargador Francisco Rossal conduziu a reunião a distância
Fim da galeria de imagens.
Início do corpo da notícia.

Representantes da Companhia Riograndense de Mineração e do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Extração e Beneficiamento de Minerais de Candiota voltaram a se reunir na tarde de ontem (23/3), dessa vez por videoconferência, para tentar pôr fim ao impasse entre a empresa e os trabalhadores. As partes discutem o fim da greve dos mineiros e o ajuste de cláusulas coletivas da categoria.

A audiência de mediação ocorreu por videoconferência devido aos cuidados com a prevenção da disseminação do coronavírus. A reunião foi conduzida pelo vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS), desembargador Francisco Rossal de Araújo. O Ministério Público do Trabalho foi representado na ocasião pela procuradora regional Beatriz de Holleben Junqueira Fialho. A reunião também contou com as presenças dos representantes do Grupo de Assessoramento de Pessoal (GAE), Sônia Maria Tizzoni e Cláudio Odair Kuhne, e da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), procuradora Andréia Über Espiñosa Drzewinksi.

Após ouvir os argumentos de ambas as partes, que demonstraram preocupação com o atual cenário de pandemia vivido por toda a sociedade brasileira, o mediador apresentou uma proposta, baseada nos seguintes itens: prorrogação das cláusulas do Acordo Coletivo vigente até 30 de abril, suspensão do movimento grevista, por parte dos trabalhadores, e não efetivação do desconto dos dias parados, por parte da empresa.

O desembargador também ressaltou na sua proposta que a negociação deve obedecer às seguintes premissas: manutenção da proposta feita pela empresa em mediação realizada no dia 9 de março no TRT-RS, e comprometimento, por parte da Companhia, das empresas terceirizadas e dos trabalhadores, com o aumento da produtividade, para recomposição do estoque de carvão para 75 mil toneladas.

O Sindicato dos trabalhadores solicitou o prazo de 48 horas para manifestação quanto à proposta. Os representantes da empresa e do Estado do Rio Grande do Sul concordaram com as proposições. Nova reunião de mediação entre as partes, se necessária, deverá ocorrer no dia 22 de abril, às 14 horas, também por videoconferência.

Fim do corpo da notícia.
Fonte: Juliano Machado (Secom/TRT4)
Tags que marcam a notícia:
jurídica
Fim da listagem de tags.

Últimas Notícias

Capacete branco sob texto tambem em branco: Trabalho Seguro Crianca desenhando arcos verde e amarelos em funco cinza ao lado esquerdo do texto: Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estimulo à Aprendizagem. Texto brando sobre fundo cinza: PJe Processo Judicial Eletronico 3 arcos laranjas convergindo para ponto tambem laranja em canto inferior direito de quadrado branco, seguidos pelo texto: execucao TRABALHISTA mao branca com polegar riste sobre circulo azul ao lado esquerdo do texto: Conciliacao Trabalhista