imagem com o número 100 junto ao símbolo do sistema PJe

26/05/2022 11:49

TRT-4 é parceiro da 37ª Maratona Internacional de Porto Alegre em campanha contra o Trabalho Infantil

Início do corpo da notícia.
Card sobre a 37ª Maratona Internacional de Porto Alegre, com informações e logomarca dos patrocinadores. Há a foto ilustrativa de um competidor, vestindo uniforme verde. Ele está comemorando.O evento mais tradicional do atletismo gaúcho acontecerá no Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, 12 de junho. Sob o lema "Chega de Trabalho Infantil", essa edição da Maratona tem a parceria do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS), do Ministério Público do Trabalho do Rio Grande do Sul (MPT-RS) e da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 4ª Região (Amatra IV). A edição de 2021 foi adiada devido à pandemia.

A hashtag da campanha #ChegadeTrabalhoInfantil estará nas camisetas dos 15 mil corredores inscritos. Eles disputarão nas seguintes categorias: maratona, meia maratona e corrida individual. Como forma de estimular a participação, a Amatra IV está oferecendo inscrições aos associados. Solicite informações pelo e-mail: executiva@amatra4.org.br .

A juíza Carolina Hostyn Gralha, gestora regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem do TRT-4, avalia que o Tribunal tem um papel importante e ativo na conscientização da sociedade sobre diversos temas e, especialmente, sobre o Trabalho Infantil. “A 37ª Maratona Internacional de Porto Alegre, com cerca de 15 mil atletas inscritos, vindos de todos os estados do nosso país, é uma grande oportunidade para darmos ainda mais visibilidade para o tema e para que todos possam levar juntos consigo a #chegadetrabalhoinfantil para além do Judiciário. É o Judiciário indo até a sociedade”, considera.

Como lembra a magistrada, muitos acreditam que não há prejuízos para crianças e adolescentes que começam a trabalhar ainda jovens. “Esse pensamento não é restrito ao nosso estado, mas é um mito que temos obrigação de combater. E a forma de combater é a informação”, afirma. Segundo ela, “se alguma pessoa que lê hoje esta matéria trabalhou desde cedo ou conhece alguém que passou por essa situação e está bem, deve ficar feliz, pois é uma rara exceção”.  

Conforme a juíza, a exploração ilegal atinge cerca de 1,8 milhão de crianças e adolescentes no país. “Os índices do IBGE e demais estatísticas comprovam que, quanto mais cedo a pessoa começa a trabalhar, menor é sua renda no futuro, não havendo espaço para conclusão do ensino e para o adequado desenvolvimento emocional e físico do jovem. Essas pessoas ficam sujeitas ao adoecimento e a acidentes de trabalho em números expressivos. A maioria sucumbe, perpetuando a pobreza e o desamparo que a jogou no trabalho quando ainda nem sabia escrever seu próprio nome”, lamenta.

Feira

Nos dias 10, 11 e 12 de junho haverá a Feira da Maratona, no Barra Shopping Sul (Av. Diário de Notícias, 300, Cristal, Porto Alegre). No estande conjunto do TRT, MPT e Amatra IV, serão distribuídos materiais informativos e o catavento, símbolo da campanha contra o Trabalho Infantil. Nos dias dez e 11 a Feira estará aberta das 10 às 20h. No dia 12, das 9 às 14h.
Fim do corpo da notícia.
Fonte: Sâmia de Christo Garcia (Secom/TRT4). Foto: Divulgação 37ª Maratona Internacional de Porto Alegre
Tags que marcam a notícia:
horizontetrabalho infantil
Fim da listagem de tags.

Últimas Notícias

Mao branca segurando tres formas humanas ao lado esquerdo do texto: Trabalho Seguro Programa nacional de Prevencao de Acidentes de Trabalho Crianca desenhando arcos verde e amarelos em funco cinza ao lado esquerdo do texto: Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estimulo à Aprendizagem. Texto brando sobre fundo cinza: PJe Processo Judicial Eletronico 3 arcos laranjas convergindo para ponto tambem laranja em canto inferior direito de quadrado branco, seguidos pelo texto: execucao TRABALHISTA mao branca com polegar riste sobre circulo azul ao lado esquerdo do texto: Conciliacao Trabalhista