imagem com o número 100 junto ao símbolo do sistema PJe

18/11/2019 15:36

Projeto em que magistrados trabalharam por um dia em profissões socialmente invisibilizadas será encerrado com lançamento de livro, documentário e roda de conversa com a presença do ministro do TST Luiz Philippe Vieira de Mello Filho

Início da galeria de imagens.
Magistrados participantes do projeto juntamente com o coordenador dos trabalhos, psicólogo Fernando Braga da Costa (agachado)
Magistrados participantes do projeto juntamente com o coordenador dos trabalhos, psicólogo Fernando Braga da Costa (agachado)
Fim da galeria de imagens.
Início do corpo da notícia.

A Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (EJud4) convida para o evento de encerramento do projeto "Vivendo a Experiência de Ser um Trabalhador Invisível". A atividade será realizada nesta sexta-feira (22/11), das 17h às 20h, no Auditório Ruy Cirne Lima (Av. Praia de Belas, nº 1432, Prédio 3, bairro Menino Deus, Porto Alegre). 

Magistrados e servidores na ativa podem se inscrever neste link. As inscrições para o público externo devem ser feitas por meio deste formulário.

Neste projeto da EJud4, executado em 2019, 15 magistrados da Justiça do Trabalho gaúcha trabalharam por um dia em profissões que, apesar da sua relevância, não têm prestígio social, como auxiliar de serviços gerais, empacotador de supermercado, mensageiro de hotel, porteiro, cobrador de ônibus e outras. 

O objetivo do projeto foi promover entre os magistrados a reflexão sobre alteridade – conceito que parte do pressuposto de que todo indivíduo é interdependente dos demais sujeitos de seu contexto social, ou seja, o mundo individual só existe diante do contraste com o mundo do outro.

O evento terá o lançamento de um livro e de um documentário sobre o projeto, nos quais os magistrados participantes relatam suas experiências. Também será aberta uma exposição fotográfica alusiva a essas vivências. Assista ao teaser do documentário (duração: 1 minuto):

A programação será encerrada com uma roda de conversa sobre o projeto e o conceito de alteridade. O diálogo será mediado pela diretora da EJud4, desembargadora Carmen Gonzalez, e terá a participação do ministro Luiz Philippe Vieira de Mello Filho, do Tribunal Superior do Trabalho e diretor da Enamat (Escola Nacional da Magistratura do Trabalho); do desembargador Marcelo Augusto Souto de Oliveira, diretor da EJud1 (TRT-RJ); e do psicólogo Fernando Braga da Costa, coordenador do projeto.

Revista Científica

Durante o evento, também será lançado o segundo fascículo da Revista Científica da EJud4. A publicação é um periódico destinado à comunidade jurídica em geral: magistrados e servidores da Justiça do Trabalho, advogados, professores e acadêmicos das ciências sociais e humanas. O segundo fascículo reúne artigos inéditos sobre “A Aplicação do Direito e Processo do Trabalho pós-Reforma: desafios jurídicos”. A publicação será disponibilizada na página da Escola Judicial, acessada pelo site do Tribunal.

Programação:

  • 17h - 17h30min: Lanche de boas-vindas e exposição de fotografias;
  • 17h30min - 18h: Lançamento do Fascículo nº 02 da Revista Científica da Ejud TRT4;
  • 18h - 18h10min: Abertura - Carmen Izabel Centena Gonzalez, Desembargadora Diretora da Ejud TRT4;
  • 18h10min - 18h25min: Exibição do Documentário;
  • 18h25min - 19h50min: Roda de Conversa sobre Alteridade e os Projetos Ejud TRT1 e Ejud TRT4 - Fernando Braga da Costa, Psicólogo e Coordenador do Projeto; Marcelo Augusto Souto de Oliveira, Desembargador Diretor da Ejud TRT1; Luiz Philippe Vieira de Mello Filho, Ministro do TST e Diretor da ENAMAT. Mediadora: Carmen Izabel Centena Gonzalez, Desembargadora Diretora da Ejud TRT4.
Fim do corpo da notícia.
Fonte: Secom/TRT4. Foto: Escola Judicial
Tags que marcam a notícia:
evento
Fim da listagem de tags.

Últimas Notícias

Mao branca segurando tres formas humanas ao lado esquerdo do texto: Trabalho Seguro Programa nacional de Prevencao de Acidentes de Trabalho Crianca desenhando arcos verde e amarelos em funco cinza ao lado esquerdo do texto: Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estimulo à Aprendizagem. Texto brando sobre fundo cinza: PJe Processo Judicial Eletronico 3 arcos laranjas convergindo para ponto tambem laranja em canto inferior direito de quadrado branco, seguidos pelo texto: execucao TRABALHISTA mao branca com polegar riste sobre circulo azul ao lado esquerdo do texto: Conciliacao Trabalhista