06/11/2020 13:40

Reunião interinstitucional discute ampliação do aplicativo Laudelina, destinado a trabalhadoras domésticas

Início do corpo da notícia.

Reunião Laudelina - SITE.jpgRepresentantes do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS), do Ministério Público do Trabalho (MPT-RS) e da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho realizaram uma reunião por videoconferência no último dia 28 de outubro para tratar de melhorias no aplicativo Laudelina.

Além da adesão da Procuradoria-Geral do Trabalho e da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho ao Acordo de Cooperação nº 75/2017, também foi discutida a ampliação do alcance do aplicativo. A ideia é a migração para uma plataforma com mais conteúdos, que permita atender um número maior de trabalhadoras domésticas. No final do mês de agosto, mais de 17 mil usuários já utilizavam o app.

Pelo TRT-RS, participaram da reunião o coordenador da Comissão de Direitos Humanos e Trabalho Decente e Gestor Regional do Programa Trabalho Seguro no âmbito do Tribunal, desembargador Alexandre Corrêa da Cruz, e as servidoras Anita Cristina de Jesus, representante da Diretoria-Geral - Unidade Socioambiental, e Angie Catiuscia Costa Miron, representando a desembargadora Brígida Joaquina Charão Barcelos, magistrada que também integra a Comissão de Direitos Humanos. O Ministério Público do Trabalho (MPT) foi representado pelo vice-procurador chefe, Rafael Foresti Pego. Pela Coordigualdade do MPT, participou a coordenadora nacional, procuradora Adriane Reis de Araújo, e a vice-coordenadora, procuradora Ana Lucia Stumpf Gonzalez.  O Grupo de Trabalho do MPT sobre Trabalho Doméstico foi representado pela coordenadora, procuradora do MPT da 22ª Região, Jeane Carvalho de Araújo Colares. Pela Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (Fenatrad), participou a presidenta Luiza Batista Pereira. A Subsecretaria de Inspeção do Trabalho foi representada pelo coordenador geral de fiscalização do Trabalho, auditor-fiscal do Trabalho Gerson Pinto; pelo integrante da Comunicação da Secretaria, auditor-fiscal Raul Vital Brasil, e pela chefe da Divisão de Fiscalização de Trabalho Infantil e Igualdade de Oportunidades, Andrea Oliveira do Nascimento. Pela ONG Themis estiveram presentes Márcia Ustra Soares e a coordenadora de projetos Jéssica Miranda Pinheiro.

Saiba mais sobre o aplicativo Laudelina nesta matéria

Aplicativo tela.jpeg

Fim do corpo da notícia.
Fonte: Secom/TRT4. Fotos: Themis
Tags que marcam a notícia:
institucional
Fim da listagem de tags.

Últimas Notícias

Mao branca segurando tres formas humanas ao lado esquerdo do texto: Trabalho Seguro Programa nacional de Prevencao de Acidentes de Trabalho Crianca desenhando arcos verde e amarelos em funco cinza ao lado esquerdo do texto: Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estimulo à Aprendizagem. Texto brando sobre fundo cinza: PJe Processo Judicial Eletronico 3 arcos laranjas convergindo para ponto tambem laranja em canto inferior direito de quadrado branco, seguidos pelo texto: execucao TRABALHISTA mao branca com polegar riste sobre circulo azul ao lado esquerdo do texto: Conciliacao Trabalhista