imagem com o número 100 junto ao símbolo do sistema PJe

20/01/2020 18:11

Projeto Lugar(es) de Fala do MPF abre espaço para o Fórum Social das Resistências no Rio Grande do Sul

Início do corpo da notícia.

20 - Fórum Social das Resistências.pngO projeto Lugar(es) de Fala, iniciativa da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) e do Comitê de Gênero e Raça do Ministério Público Federal (MPF), receberá, no próximo dia 22, a segunda edição do Fórum Social das Resistências. A iniciativa é aberta ao público e integrará a programação do evento que ocorrerá em Porto Alegre e na Região Metropolitana, de 21 a 25 de janeiro, reunindo representantes de organizações e movimentos sociais de todo o país e da América Latina.

O procurador regional dos Direitos do Cidadão, Enrico Rodrigues de Freitas, e o procurador federal dos Direitos do Cidadão Adjunto, Domingos Sávio Dresh da Silveira, darão início às atividades, que ocorrerão a partir das 9h, no auditório da Procuradoria da República no Rio Grande do Sul. No período da manhã, serão destacadas as falas do eixo “Enfrentamento ao encarceramento em massa e ao genocídio das juventudes (negra, periférica e indígena), contra a criminalização das lutas, movimentos sociais e em defesa dos defensores/as de Direitos Humanos".

Às 14h30, serão iniciadas as conversas referentes ao eixo “Igualdade, Diversidade e Direitos Humanos”. Os temas serão abordados em rodas de diálogos com falas provocadoras, seguidas de uma plenária final. A programação também abrangerá apresentações artísticas, incluindo rap, slam e poetas de diferentes partes do país.

Entre os convidados, o procurador regional da República Paulo Gilberto Cogo Leivas estará presente para debater a questão do sistema de justiça na luta pelos direitos humanos e no enfrentamento à criminalização dos movimentos sociais.

O projeto Lugar(es) de Fala – Esta será a quinta edição da iniciativa Lugar(es) de Fala. A anterior foi realizada no Ministério Público Federal em Caxias do Sul, no dia 4 de outubro de 2019, e teve como tema intolerância e migração. O projeto visa a abertura de um espaço que possibilite escutas e falas de pessoas engajadas em lutas, movimentos sociais ou causas dos direitos humanos, abordando questões que envolvam principalmente, mas não exclusivamente, reflexões sobre gênero, raça, desigualdade social, e entendendo a arte como uma forma de “fala”.

O Fórum Social das Resistências – O movimento nasceu do Fórum Social Mundial (FSM), realizado pela primeira vez em Porto Alegre no ano de 2001. Esta segunda edição tem como lema “Democracia, Direitos dos Povos e do Planeta”. O evento tem como objetivo promover a articulação dos movimentos, ações e iniciativas sociais e de resistência no Rio Grande do Sul, no Brasil e na América Latina

Na sexta-feira, dia 24, a partir das 10h, o auditório da PR/RS sediará mais uma atividade do Fórum, desta vez referente ao eixo “Convergência das Migrações: contra o racismo e contra a xenofobia”.

Confira aqui a programação completa do 2º Fórum Social das Resistências.

Serviço
Data: 22 de janeiro
Horário: a partir das 9h
Local: auditório da Procuradoria da República no Rio Grande do Sul
Endereço: Rua Otávio Francisco Caruso da Rocha, nº 700, bairro Praia de Belas, Porto Alegre/RS

Fim do corpo da notícia.
Fonte: Ascom (PR/RS). Divulgação solicitada pelo Comitê de Equidade, Gênero e Raça do TRT-RS.
Tags que marcam a notícia:
equidade
Fim da listagem de tags.

Últimas Notícias

Mao branca segurando tres formas humanas ao lado esquerdo do texto: Trabalho Seguro Programa nacional de Prevencao de Acidentes de Trabalho Crianca desenhando arcos verde e amarelos em funco cinza ao lado esquerdo do texto: Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estimulo à Aprendizagem. Texto brando sobre fundo cinza: PJe Processo Judicial Eletronico 3 arcos laranjas convergindo para ponto tambem laranja em canto inferior direito de quadrado branco, seguidos pelo texto: execucao TRABALHISTA mao branca com polegar riste sobre circulo azul ao lado esquerdo do texto: Conciliacao Trabalhista