Ir para conteúdo Ir para menu principal Ir para busca no portal
Logotipo TRT4

Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região

Rio Grande do Sul

Informações ao Cidadão

Certidões de Ações Trabalhistas

 

A Certidão Eletrônica de Ações Trabalhistas permite ao solicitante a obtenção da informação de ações ajuizados em face de pessoa física ou jurídica, bastando informar o CPF/CNPJ e a exata grafia do nome/razão social que serão pesquisados nos bancos de dados da Justiça do Trabalho da 4ª Região.

Esclarecemos que as certidões requeridas no 1º ou no 2º grau tem o mesmo conteúdo, contemplando a tramitação processual das duas instâncias.

Siga os passos abaixo para a solicitação:

1) Redigir o requerimento nos moldes do modelo do formulário disponivel no final desta página e apresentá-lo a qualquer um dos locais abaixo:

- 1ª instância:

   Porto Alegre - Central de Atendimento ao Público - CAP.
                        Endereço:  Av. Praia de Belas, 1432 - térreo.

   Interior - Coordenadoria de Controle dos Foros ou Vara do Trabalho.

- 2ª instância - Coordenadoria de Agravos e Certidões.

Endereço: Av. Praia de Belas, 1100 - sala 307-B.

2) Se o usuário optar por receber a CEAT via correspondência eletrônica, estará dispensado do pagamento de emolumentos, mas deverá apresentar com o requerimento cópia de seu documento de identificação. Se deseja retirar o documento impresso nos locais indicados acima, deverá pagar a certidão, nas agências bancárias autorizadas (Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal), por meio da Guia de Recolhimento da União - GRU Judicial, emitida no sítio da Secretaria do Tesouro Nacional (https://consulta.tesouro.fazenda.gov.br/gru/gru_simples.asp), em 3 vias, utilizando o código 18770-4 - STN - EMOLUMENTOS (CAIXA/BB).  No preenchimento da guia, deverão  ser observados os seguintes dados:

a) Campo "Unidade Gestora" (UG): 080014
b) Campo "Gestão": 00001.
c) Campo "Código de Recolhimento": 18770-4 - STN - EMOLUMENTOS (CAIXA/BB).
d) Campo "Número do Processo/Referência": inserir o número do processo, sem pontos e hífens, excluindo-se os quatro últimos dígitos. 
e) Campo "Vara": informar os quatro últimos dígitos do número do processo.
f) para certidão negativa, preencha o campo "Número do Processo/Referência" com o código 080014, deixando em branco o campo "Vara".

   

3) O valor atual dos emolumentos é de R$ 5,53 por folha, sendo exigida a complementação, na retirada, se o número de folhas for superior a um. Sinale-se que nos termos do item V da Instrução Normativa nº 20/2002 do TST (com a redação dada pela Resolução Administrativa nº 902/2002 do TST), os pagamentos efetuados na rede bancária, para este código de arrecadação, não estão submetidos à restrição de valores inferiores a R$ 10,00 (dez reais).

   

4) Se pessoa jurídica, o representante legal deverá assinar o requerimento e apresentar cópia simples do documento que comprova a representação.

   

5) Requerimentos assinados por procurador exigem sempre a apresentação de cópia de procuração e respectiva identificação. Em se tratando de procuração outorgada por pessoa jurídica mediante instrumento particular, deve ser apresentada, também, cópia simples do documento que comprova a legitimidade do outorgante (contrato social, estatuto ou outros). O instrumento público de procuração dispensa essa comprovação.

   

6) Entregar o requerimento e uma via original da guia, acompanhados, caso necessário, dos documentos mencionados nos itens 3 e 4, no balcão do Central de Atendimento ao Público - CAP (Capital), Coordenadoria de Controle dos Foros ou Vara do Trabalho (interior) ou na Coordenadoria de Agravos e Certidões (Prédio-sede do Tribunal).

   

7) O fornecimento da CEAT está regulado pelo Provimento nº 05/2017.

   

8) A consulta realizada pelo sistema CEAT restringe-se aos registros informatizados relativos ao polo passivo das ações trabalhistas originárias e dos dissídios coletivos, não contemplando os processos arquivados definitivamente, as ações de Consignação em Pagamento, os Embargos de Terceiros, o Inquérito para Apuração de Falta Grave e as demais ações de competência originária do segundo grau de jurisdição.

   

9)  A certidão emitida pelo Sistema CEAT não se confunde com a certidão relativa aos débitos registrados no Banco Nacional de Devedores Trabalhistas - BNDT, que pode ser obtida no seguinte site: www.tst.jus.br/certidao

   

10) Este formulário e a via original do comprovante de recolhimento dos respectivos emolumentos (GRU)  deverão ser protocolados em uma das unidades especificadas no § 1º do art. 4º do Provimento TRT4 nº 05/2017.

   

11) Os emolumentos são devidos por folha de certidão impressa pelas unidades competentes deste Tribunal (art. 789-B, inc. V, da CLT), devendo o pagamentos ser complementado quando da retirada da CEAT, por meio de GRU, sempre que o número de folhas impressas exceder aquele considerado para fins de recolhimento dos emolumentos no momento do protocolo deste requerimento 

   

12) Fica dispensado o pagamento de emolumentos para aqueles que optarem no campo próprio deste formulário por receber a CEAT via correspondência eletrônica, hipótese em que deverá ser protocolada com este requerimento cópia do documento de identificação do solicitante, observado, para tanto, o disposto no parágrafo único do artigo 7º do Provimento da Presidência do TRT4 nº 05/2017.

   
13) O Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região não se responsabiliza pela informação de dados incorretos pelo solicitante, que inviabilize a correta consulta às bases processuais para fins de emissão da CEAT.

   

14) A entrega da CEAT ao destinatário (física ou por e-mail) está condicionada à apresentação do documento de identificação do solicitante, na forma dos artigos 4º, § 3º, e 7º do Provimento da Presidência do TRT4 nº 05/2017.

Fonte: Secretaria-Geral Judiciária, Secretaria Processual
Última atualização: 15/09/2017 16:33